Asean News 25 – Segunda onda e primeira morte por Covid19 no Vietnã

Não esqueçam de nos seguir no Spotify: https://open.spotify.com/show/1JMrk64vdgkw3IEWOoXnvF

Notícias da semana – 25/07/2020 a 31/07/2020

 

#ASEAN

1 – Coreia do Sul e sua aproximação com a ASEAN, o presidente Moon ano passado visitou os dez países do bloco. O fortalecimento dos laços permite que a Coréia do Sul diversifique sua estratégia de política externa, confiando mais no mercado de exportação da ASEAN e expandindo seu comércio e seus investimentos, além claro, de criar alternativas aos choques EUA x China.

Hoje, o bloco é o segundo maior parceiro comercial do país. O governo Moon apresentou uma meta ambiciosa de atingir US $ 200 bilhões em comércio com a ASEAN até o final deste ano, quase US $ 50 bilhões a mais que em 2017.

Os setores de processamento, manufatura, logística e construção naval têm sido grandes polos de investimento sul-coreano na região. Já os setores de comunicação, tecnologia e biotecnologia devem ser fortalecidos nos próximos anos, principalmente na construção de cidades inteligentes.

Os países da ASEAN podem trazer a Coreia do Sul para seu “lado” nas tensões marítimas contra a China assim como têm feito com o Japão.

 

2 – Países mais mortíferos para ativistas ambientais em 2019, destaque infeliz para Filipinas:

 

3 – Metrô entre Malásia e Cingapura recebe novo impulso à medida que a crise política malaia começa a diminuir. Projeto custará cerca de US$ 800 milhões e deve ir até 2026. Ele tinha sido congelado quando o ex primeiro-ministro Mahathir saiu do governo. O acesso atual é pela ponte chamada de Second Link construída em 1923

 

 

#Brunei

1 – País está na lista dos 10 principais destinos de viagem para muçulmanos. Malásia e Indonésia são os primeiros no Índice Global de Viagens para Muçulmanos da Mastercard, Cingapura e Filipinas também estão na lista mesmo não sendo parte da Organização de Cooperação Islâmica.

Os viajantes muçulmanos representavam 21 por cento do turista doméstico e 43 por cento dos viajantes intra-ASEAN. A alta porcentagem de viajantes muçulmanos intra-ASEAN se deve ao grande mercado de saída de muçulmanos da Indonésia e da Malásia que viajam para destinos vizinhos.

Os principais motivos para região se destacar são: a boa resposta no combate ao covid19 e região estável politicamente comparada ao Oriente Médio e o norte da África.

 

 

 

#Camboja

1 – O boom de shoppings pode ser uma bolha? É o que se pergunta no país. O primeiro shopping moderno foi construído em 2014, e hoje já existem mais de uma dúzia, fazendo o setor de varejo mais do que dobrar. A empresa que está por trás de quase todas construções é japonesa e aposta no crescimento do setor, para especialistas, grande parte do cambojanos não possuem meios financeiros para fomentar a economia nessas proporções.

 

2 – Segundo relato do Médico Sem Fronteiras, máscaras de mergulho foram transformadas sistemas de ventilação de oxigênio para ajudar pessoas com covid19 no Camboja, o que ajudou o país a não ter nenhuma morte pela doença.

 

 

 

#Cingapura

1 – Oposição política avança, principalmente entre os jovens. Há de se notar que o Partido no poder desde sempre tem recebido cada vez menos votos, e dessa vez ficou com apenas 61,2% dos votos.

As pautas entre os jovens são: sociedade construída com compaixão, ajuda mútua, justiça e equidade. Políticas públicas que protejam os mais marginalizados e atendam a uma crescente pluralidade de empregos, ideias e orientações sexuais.

 

2 – A Singapore Airlines reportou um prejuízo líquido no primeiro trimestre de mais de US $ 800 milhões. O tráfego aéreo nesse período beirou ao zero. A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) estima que as companhias aéreas que operam na região da Ásia-Pacífico perderão US $ 27,8 bilhões este ano.

 

3 – Um cidadão de Cingapura de etnia chinesa se declarou culpado nos EUA de ser espião da China. Jun Wei Yeo, de 39 anos, candidato acadêmico a doutorado em Cingapura, admitiu estabelecer uma consultoria falsa e usar o site de rede social LinkedIn para cultivar laços com funcionários militares e governamentais dos EUA mantendo autorizações de segurança de alto nível para obter informações não públicas sobre assuntos políticos e militares.

Embora os analistas acreditem que o caso de espionagem provavelmente não tenha um grande impacto nos laços de Cingapura com os EUA ou a China, a maioria concorda que os esforços do Estado da ilha para manter um delicado equilíbrio diplomático entre as duas principais potências serão mais difíceis. Três anos atrás, as autoridades de Cingapura acusaram Huang Jing, um importante acadêmico étnico chinês com cidadania dos EUA de ser um agente de influência estrangeira de um país não revelado, ele foi permanentemente banido

 

 

 

#Filipinas

1 – O presidente Rodrigo Duterte fez uma defesa enfática de suas políticas mais controversas, elogiou a China e implicitamente anunciou seu sucessor preferido e encerrou o discurso atacando os “oligarcas” do país, como os donos do maior canal de TV fechado por seu governo.

Sobre as tensões EUA x China, pediu diálogo e compromisso com as disputas no Mar da China Meridional, para que as Filipinas não corressem risco de um conflito suicida.

 

2 – Minoria do Senado se opõe ao pedido do presidente para pena de morte aos traficantes e manda Duterte se preocupar com a Covid19.

 

 

 

#Indonesia

1 – O ministério da Defesa estuda a compra de 15 caças Eurofighters Typhoons. A Indonésia seria o primeiro país asiático a operar o tufão. Atualmente, mais de 500 aeronaves desse tipo estão operando por Europa e Oriente Médio, o preço unitário de um novo jato é de US $ 100 milhões.

2 – Entre 30 de julho e 3 de agosto haverá o Eid al-Adha, celebração muçulmana conhecida também como Festa do Sacrifício. A festividade marca um momento para reunião familiar, e para evitar aglomerações em portas de prisões e contato entre detentos e familiares, as prisões vão disponibilizar visitas on-line com direito a duas horas de interação, visitas presenciais têm duração de apenas 1h. As medidas são para evitar protestos, insatisfações e potenciais tumultos ou rebeliões em um momento de alta tensão em que as visitas já estão proibidas.

 

 

 

#Laos

1 – Essa semana completa dois anos em que uma barragem estourou matando 71 e deslocando 7 mil, até hoje mais da metade dessas pessoas ainda vivem em campos temporários sem acesso a comida e água. Até hoje o país não se pronunciou oficialmente do real motivo que causou o colapso.

Outras barragens pelo rio Mekong estão sendo construídas, o que tem potencial de destruição em caso de falha ainda maior, sem contar a seca histórica na região que as barragens têm causado.

O país tem 50 e planeja 288 nos próximos anos. Para conseguir crescer como seus vizinhos, o Laos pretende ser a “bateria do sudeste asiático”, lembrando que o país não tem acesso ao mar, o que é o grande fluxo de comércio mundial.

 

 

 

#Malasia

1 – BookXcess, uma livraria em Johor Bahru, na Malásia, possui prateleiras de 8 metros de altura com mais de 1 milhão de títulos de todos os gêneros.

 

2 – Ex-primeiro-ministro da Malásia recebe 12 anos de prisão e multa de US$ 50 milhões por corrupção no caso do 1MDB.

 

3 – Banyuwangi sediará a World Surf League (WSL) em julho de 2021. Situada na Praia de Plengkung em Java Oriental.  Suas ondas têm de 6 a 8 metros de altura e 2 quilômetros de extensão, a praia ficou em segundo lugar na categoria das sete melhores ondas do mundo, atrás somente do Havaí.

 

 

#Mianmar

1 – Empresas japonesas construirão uma usina de gás natural liquefeito em Mianmar no valor de cerca de US$ 2 bilhões. O projeto marca uma vitória para o Japão em uma região onde a China tem competido muito por acordos de infraestrutura.

A demanda de eletricidade no país tem crescido de 10% a 20% ao ano, quedas de energia são e atrapalharam um dos principais objetivos do país que é atrair investimentos estrangeiros.

 

2 – Quase cinco mil pessoas foram para as ruas protestar contra assassinato de civis. Moradores disseram que dois soldados mataram uma mulher e levaram suas joias de ouro. O ataque foi o mais recente de uma série de casos brutais enfrentados por eles, o pedido principal dos manifestantes é a retirada de quatro postos avançados militares de sua região.

 

 

 

#Tailandia

1 – Protestos pelo fim do regime militar seguem no país, manifestantes de Hong Kong como Joshua Wong estão trocando mensagens com os tailandeses. O Movimento Juvenil Livre se apoia nas redes sociais para atrair mais pessoas para sua causa. A China está de olho nessa relação e ano passado a embaixada chinês em Bangkok emitiu uma nota de repúdio contra um político de oposição por se associar ao Joshua.

 

 

 

#Vietna

1 – O Vietnã está evacuando 80.000 pessoas, a maioria turistas locais, da cidade turística de Da Nang depois que três moradores testaram positivo para o coronavírus, informou o governo. Embora a evacuação de milhares de pessoas por três casos de possa parecer exagero, foi com essa tática que o Vietnã tem sido considerado um modelo mundial no combate ao vírus. O país não registrou nenhuma morte por Covid-19 e confirmou apenas 420 casos. Hoje, dia 31 de julho, o Vietnã reportou sua primeira morte por Covid19.

 

2 – Criada uma nova diretiva para restringir o comércio de animais, que assim como na China, rende bilhões ao país. O documento de 12 pontos abrange áreas desde a proibição total de produtos farmacêuticos fabricados com animais selvagens (regra seis), a uma proibição do uso de “redes de telecomunicações e internet” para anunciar a venda de animais selvagens ( regra nove).

No entanto, o jogo de palavras e a falta de fiscalização são as maiores preocupações. Segundo defensores de animais, o governo usou a palavra “diretiva” e não “proibição”, e como essa, outras já foram criadas, mas não foram fiscalizadas.

O diferencial dessa diretiva é o foco em prevenção de futuras epidemias, mas cortar um comércio que movimenta tanto dinheiro e está tão profundo na cultura, requer um gigantesco esforço conjunto.

 

 

 

DICA DA SEMANA:

Mais um podcast como dica da semana, dessa vez vai ser o sensacional Geopizza, um dos melhores que existem. O episódio é sobre a Companhia das Índias Orientais e Ocidentais, o tema obrigatoriamente nos leva a Indonésia, a grande colônia holandesa de sua história, vale muita a pena, ep riquíssimo em informações.

https://open.spotify.com/episode/2BWdjjnzQtoDDvs75spy01?si=tP2yBL3zR9S2vmEBQJyWtg