Asean News 43 – Libianização em Mianmar?

#ASEAN              

1 – Após semanas de planejamento, a tão prometida reunião de emergência sobre a crise em Mianmar finalmente tem uma data: 24 de abril. Em um comunicado, os dois líderes afirmaram que “continua sendo do maior interesse da ASEAN ver Mianmar resolver a crise e recuperar a estabilidade”. A declaração também expressou sua preocupação costumeira com a deterioração da situação dentro do país

#BRUNEI              

Sem notícias relevantes no período

#CAMBOJA            

1 – Exibição de imagens sobre o genocídio do Khmer Vermelho gera revolta no governo cambojano após artistas irlandês adicionar sorrisos em edição de algumas imagens. O regime brutal, no poder de 1975-1979, ceifou a vida de até dois milhões de pessoas.

2 – Após um início positivo, disparam os casos de covid19 no país e escolas estão sendo fechadas para improvisar hospitais de campanha. Governo começa também a fechar cidades inteiras. “Por favor, meu povo – junte-se aos seus esforços para acabar com este evento perigoso”, pediu o premiê Hun Sen em um discurso gravado que foi ao ar na televisão estatal.

 

#CINGAPURA         

1 – Crescimento econômico no primeiro trimestre surpreende analistas, 0,2% de aumento do PIB. O crescimento foi impulsionado pela manufatura, que cresceu 7,5%, bem como pelos setores de eletrônicos, engenharia de precisão, produtos químicos e biomédicos. O crescimento era negativo há um ano, desde que começou a pandemia.

2 – Pela primeira vez em 40 anos, o estado está tentando tomar dinheiro emprestado para financiar melhorias de infraestrutura de longo prazo. Se aprovado, o projeto de lei autorizará o estado a arrecadar até US $ 67,3 bilhões no mercado de capitais, que serão destinados especificamente para infraestrutura pública com vida útil de pelo menos 50 anos. As principais prioridades de gastos são a expansão do sistema de transporte público e as medidas de proteção costeira.

A última vez que o governo de Cingapura fez empréstimos para financiar grandes gastos com infraestrutura foi nas décadas de 1970 e 80, quando o país precisava de fundos para a construção do Aeroporto de Changi

#FILIPINAS          

1 – Filipinas convocaram o principal enviado de Pequim em Manila para uma reunião onde ‘ambos os lados afirmaram o uso da solução pacífica de disputas’.

Autoridades dos dois países trocaram comentários amargos desde que cerca de 200 embarcações chinesas, incluindo algumas que se acredita serem milícias marítimas, atracaram em torno do recife na zona econômica exclusiva das Filipinas (ZEE) no mês passado, um incidente que Pequim insiste que foi causado pelo mau tempo.

Analistas dizem que o país pode ser facilmente dragado para o conflito EUA x China e ser obrigado a escolher um lado, algo que todo sudeste asiático teme.

2 – Explosão de casos de covid19 também nas Filipinas: pacientes começam a morrer antes de conseguir atendimento médico. As Filipinas registraram uma média de mais de 10.000 novas infecções diárias na semana passada, a maior taxa de infecção no sudeste da Ásia, levando o governo a estender os bloqueios

 

#INDONESIA          

1 – Após postar fotos de seu casamento no facebook, casal gay sofre inundações de ameaças de morte. A situação fica um pouco mais delicada por se tratar de tailandeses residentes na Indonésia. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Indonésia disse a Detik que espera “não haver um impacto negativo do

incidente” ao casal, que por sinal já disse que não pretendem dar entrevista para nenhum canal de emissora alguma.

 

#LAOS               

1 – Segundo relatos, governo aumento repressão contra minorias étnicas para prosseguir com obras de infraestrutura. O conflito recente parece estar vinculado a planos de integração econômica e projetos de investimento, incluindo mineração, exploração madeireira, energia hidrelétrica e turismo.

Há também um projeto turístico governamental avaliado em US $ 500 milhões, com o objetivo de “estimular o turismo na região, ao mesmo tempo que promove a conservação ambiental e o desenvolvimento rural” por meio dos recursos naturais e da biodiversidade da região.

A minoria Hmong em questão também carrega o estigma de ter sido treinada e coloborado com a CIA nos anos 60 e 70.

2 – Nova base russa? Nos últimos 2 anos os laços militares entre os dois países têm aumentado autoridades provinciais do Laos, falando sob condição de anonimato, disseram que uma equipe de desminagem russa tem trabalhado com seus homólogos do Laos para limpar uma área de cerca de 500 hectares (1.240 acres) de munições não detonadas na Província de Xieng Khouang desde dezembro do ano passado para dar lugar a um aeroporto atualizado, com duas zonas, uma para uso civil e outra para uso militar russo e do Laos. O relatório também afirma que Moscou pretende fornecer assistência militar substancial, incluindo treinamento e uso de equipamento russo.

 

#MALASIA            

1 – A AirAsia da Malásia está usando serviços de entrega de mercadorias e até taxi aéreo para tentar reverter perdas. O prejuízo líquido é de US $ 590 milhões no trimestre de outubro a dezembro do ano passado.

#MIANMAR            

1 – ‘Eu ainda tenho pesadelos‘: manifestantes estudantis de Mianmar traumatizados após espancamentos na prisão. detenções em massa e violência custodial para amordaçar o movimento liderado por estudantes estão se tornando frequentes.

2 – Libianização em Mianmar? Um “parlamento paralelo” anuncia novo governo com a Aung San Suu Kyi no comando. Além de exigir o retorno da democracia, os manifestantes também estão pedindo cada vez mais um papel de governo para os grupos minoritários do país – que há muito vêem suas vozes marginalizadas pela maioria étnica Bamar. Eles se denominam “Governo de Unidade Nacional”, líderes de minorias étnicas armadas como os Kachins e os Shans anunciaram adesão ao bloco.

A junta militar já comunicou que quem participar desse movimento será acusado de alta traição. Desde o golpe, mais de 720 pessoas foram mortas em protestos anti-golpe, de acordo com o grupo de monitoramento local.

 

#TAILANDIA          

1 – Negociantes de durian temem pelas exportações da China após aumento do coronavírus. A Tailândia é o maior exportador mundial da fruta, a grande maioria vai direto para a China, cerca de 575.000 toneladas embarcadas somente em 2020. Com o aumento de casos pela região, a venda pode cair drasticamente.

 

#VIETNA             

1 – LG encontra dificuldade para vender fábrica no país após desistir de fabricar smartphones. A empresa pretendia originalmente vender a fábrica por pelo menos 100 bilhões de won (US $ 88,9 milhões) para empresas vietnamitas como a Vingroup. Mas o Vingroup já tem sua própria fábrica de smartphones e os dois lados não conseguiram chegar a nenhum acordo até agora.

A LG abriu uma loja em Hai Phong em 2015 e agora opera três fábricas principais lá, que também produzem aparelhos de ar condicionado, aspiradores de pó e máquinas de lavar.

 

 

DICA DA SEMANA:

 

Excelente aula com um panorama da geopolítica geral dos dias pós-Segunda Guerra até hoje…
Canal : Cotidiano News
Segue o link: